Como podemos
ajudar ?
Comprar e Vender Alugar e Administrar Consórcio Seguros Financeiro Outros Fechar X
Atendimento

COMO ECONOMIZAR ÁGUA E ENERGIA NO SEU IMÓVEL EM GUARAPUAVA

28 dicas simples para economizar água e energia no seu imóvel em Guarapuava (Primeira parte)
Além de ajudar na preservação do meio ambiente, pequenas mudanças de hábito podem ajudar a reduzir as contas de consumo do seu imóvel em Guarapuava no final do mês.

Reduzir o consumo de água e energia elétrica não contribui apenas para a preservação do meio ambiente, mas também para a redução de gastos e o controle das finanças da sua casa, apartamento ou sobrado em Guarapuava. Algumas atitudes já são bem conhecidas, mas é sempre bom reforçar e descobrir maneiras novas de economizar. Pensando nisso, a Imobiliária Faax Imóveis, de Guarapuava, selecionou 28 atitudes mais sustentáveis que você pode começar a adotar e que irão impactar diretamente nas contas da casa.

1. Escolha o chuveiro com sabedoria

Na hora de adquirir um novo chuveiro, todas as especificações do produto devem ser observadas. Por exemplo, se a residência dispõe uma tensão de 127 volts, o chuveiro não pode exceder 5.700 watts. Caso a voltagem disponível seja 220 volts, o limite é 7.800 watts. Os disjuntores também devem corresponder às especificações de voltagens, 50 amperes para 127 volts e 40 amperes para 220, além da fiação de 10 milímetros em ambos os casos. “Utilizar um aparelho fora do padrão correspondente pode ocasionar o consumo elevado de energia, curtos e, até mesmo, queima de fiação”, ressalta André Amado, gerente da rede de prestadores da Allianz Assistance.

2. Invista em um redutor de vazão

Esse dispositivo gera uma compensação de pressões de água dentro do chuveiro, impedindo a passagem de um fluxo maior do que o pré-estabelecido, economizando água e, no final das contas, energia para aquecê-la.

3. Passe menos tempo no banho

Não dá para fugir dessa dica. Faça um esforço e tome banhos de, no máximo, 10 minutos. E se, por acaso, o chuveiro queimar, não faça remendos. Além de perigoso, essas gambiarras consomem mais energia. A melhor solução é comprar uma resistência nova.

4. Acerte na escolha dos eletrodomésticos

Prefira sempre pelos produtos com o selo do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica. Os eletrodomésticos podem até custar um pouco mais na hora da compra, mas, dessa forma, você evita problemas e gastos futuros com a energia.

5. Adeque as tomadas

Micro-ondas, fornos elétricos, coifas e outros equipamentos de cozinha exigem tomadas de 20 amperes e fiação de pelo menos 4 mm. O secador e a prancha de cabelo também possuem alta potência e exigem bastante do sistema elétrico da residência. Por isso, para evitar o uso excessivo de energia, curtos e, até mesmo, incêndios, o proprietário deve plugá-los em tomadas de 20 amperes e instalação de fiação entre 4 e 6 mm. “Utilizar estes equipamentos fora do padrão ideal e exigido pelas fabricantes pode acarretar, além do maior gasto de energia, a diminuição da vida útil do equipamento e, até mesmo, curto circuitos”, afirma André.

Por hoje é só! Esperamos que essas dicas tenham sido úteis, e na próxima semana voltamos com a próxima parte do artigo!